segunda-feira, setembro 05, 2005

Amigo

Chess.gif Quem não conhece a história do rei vai nu?
Foi o que me aconteceu o Carlos fez um template lindo com a foto do Charly o gatinho preto e branco. As barras de lado estava todo muito bonito só que eu não sabia é que só eu é que via este lindo blog em minha casa mais ninguém ao que parece consegui ver, só por a caso ao falar com a Filipa descobri que ela não via em casa dela o bloguinho que tinha visto cá, por isso voltei ao anterior até nova solução vai ficar assim.
Agora aqui vai um poema de Alexandre O’Neill

Amigo
Mal nos conhecemos Inaugurámos a palavra «amigo». «Amigo» é um sorriso
De boca em boca,
Um olhar bem limpo,
Uma casa, mesmo modesta, que se oferece,
Um coração pronto a pulsar
Na nossa mão!
«Amigo» (recordam-se, vocês aí,
Escrupulosos detritos?)
«Amigo» é o contrário de inimigo!
«Amigo» é o erro corrigido,
Não o erro perseguido, explorado,
É a verdade partilhada, praticada.
«Amigo» é a solidão derrotada!
«Amigo» é uma grande tarefa,
Um trabalho sem fim,
Um espaço útil, um tempo fértil,
«Amigo» vai ser, é já uma grande festa!


(Alexandre O’Neill, in No Reino da Dinamarca )

2 comentários:

Angel disse...

e é mesmo uma grande festa ter sua amizade, querida Aldora!!
Fica bem :)
Bjokas

kaldinhas disse...

Olá AMIGA:-)
Adoro este poema,"amigo é a solidão derrotada" é "um trabalho sem fim".
Gosto imenso.Parabéns pela optima escolha.
beijinhos grandes