domingo, outubro 30, 2005

Image hosted by Photobucket.com

Fui destaque no blog scorpion e câncer que são da Márcia Cristina e do Willian Rafael não deixei de lá dar um saltinho pois eles são um casal amoroso assim como outros que irei falar ao longo do mês.
Fico cada vez mais sem saber o que dizer, depois do vosso destaque, a surpresa é dia a dia maior, acho que não merecia tanto carinho, tem sido todos tão bons para mim, e parece que adivinham, quando eu ando mais triste, em me dar estas alegrias, muito obrigada ." ">">
Há manhã é dia 1 de Novembro feriado e dia de todos os santos, faz também 250 anos do grande terramoto seguido de marmoto que há registo no século XVIII, o que não seria hoje?! nem é bom lembrar.Eu acho que deviamos ter instrução como no Japão sobre medidas a tomar em caso de necessidade.
O mega-sismo de 1755, e o maremoto que se lhe seguiu, tiveram efeitos devastadores, com elevadas perdas humanas e materiais. Com o Terramoto, no entanto, tudo tremeu, para além da própria terra: a economia, a política, o quotidiano, as relações sociais, e até os valores, as crenças e a atitude face à morte ou à religião. (...) O terramoto teve início às 9 horas e 40 minutos do Dia de Todos os Santos, 1 de Novembro de 1755. A terra tremeu três vezes, num total de 17 minutos, e, durante vinte e quatro horas, a terra não deixou de estremecer. Os incêndios lavraram por grande parte da cidade durante intermináveis dias. Foram dias de terror. As igrejas do Chiado e os conventos ficaram destruídas. A capital do império viu-se em ruínas, já para não falar de outras zonas do país, como o Algarve,
Deve ter sido muito assustador eu lembro-me salvo erro tinha 14 ou 15 anos quando ouve um sismo nada de muito grave, mas já fortezinho e lembro-me especialmente do ronco vindo do fundo da terra parecia que era um grito grosso das profundezas. E tudo a tremer queria abrir a porta do meu quarto e não acertava com o puxador pois ele andava de um lado para outro, contavam-se histórias giras na altura, na minha escola um colega meu, diz que a mãe veio para a rua com um ferro de engomar na mão, foi o bem mais precioso que apanhou caso viesse a precisar, de trocar por comida, lembro-me que tinha um familiar que era amigo de um padre que ficou surdo durante bastante tempo porque
Dormia num quarto ao lado da torre sineira da igreja, e o sino caiu lá de cima , fez tanto ao tão pouco barulho que o padre ensurdeceu.
Por hoje fico-me por aqui sem deixar de dizer que ao fim de semana é me difícil desejar pessoalmente desejar bom fim de semana a todos pessoalmente pois é o dia que as minhas filhas vêm a minha casa almoçar e passar o dia assim como por vezes mais pessoas da família.


Mas não esqueço os blogueirinhas/os do coração. Por isso uma boa semana.

9 comentários:

Angel disse...

Oi Aldora querida...passei para te deixar um beijão!! Ando sumida, mas é por conta da mudança, final de ano, etc...
Seu blog cada dia mais lindo...adorei o novo look!!! :)
Bjokas

taliesin disse...

Terremotos, aqui no Brasil tem cerca de 2 mil todos os anos mas são tão fracos q praticamente não é sentido, mas asvezes fica um pouco mais forte mas não causa estragra grande uma trincas na parede no maximo.
que seua seman seja linda
beijos

Scorpion e Cancer disse...

OI kerida Aldora!
Poxa quem ficou surpresa e emcionada agora fui eu.
Que linda homenagem vc nos fez querida. Muito obrigada em meu nome e em nome do Rafael.
Fico extramamente feliz que tenhas gostado. Gosto demais de vir aqui e da maneira carinhosa comom me recebeu. E nada mais justo Destacar um blog que além de lindo e bem cuidado, a dona dele recebe a todos com imenso carinho.
Obrigada mais uma vez querida. Eu salvei os gifs e em breve vou coloca-los expostos no blog em agradecimento.
Uma linda semana , muita paz, harmonia.
Um beijo muito carinhoso em seu coração
..........MarciaCriastina........

Tetê disse...

Aldora, eu sou medrosa...um trovão e um relâmpago são o suficiente para me apavorar. Vejo pela tv essas catástrofes, chego a chorar e, assim como nunca passei por isso, peço a Deus que me livre. Acho que teria um trauma para o resto da vida!!!
Querida: vim avisar que você acaba de ser sorteada como destaque desta semana no meu blog e vejo que você é destaque também em outro blog!!! Urrú, Arrá!!! Alegria dobrada!!! Passa lá prá pegar o seu selinho!!!
Ah...você é sagitariana de que dia? Eu também sou sagitariana...Nosso signo é ótimo, né? Não direi que é o melhor porque sou modesta...
Bjks e boa semana Tetê

Janaina disse...

Boa Tarde amiga!! td bem com vc? bom...eu to meio confusa mais ja já passa Deus prove e Deus proverá a sua misericordia não faltará!!! Obrigada pelo seu carinhu viu eu amei a poesia de Camões aquela é umas das minhas prediletas!!!! E o novo visual do seu blog foi aprovado viu!! Bjos fique com Deus e uma boa semana!

Marukinhos disse...

Eu não estou no Brasil eu moro no Japão, aqui estamos começando a entrar no inverno tbém,mas ainda dá pra matar um pouco da saudades do solzinho, agora o meu Marukinho é do Brasil, concordo com vc Brasil tem muitas coisa bonitas pra ser vista e visitada, sem falar nas coisas ruins que tem por lá, mas hj em dia em tudo quanto é lugar tem o seu perigo.
Linda homenagem aos seus amigos, conheci o blog deles é encantador.


.+*_/\\_
.*. >,\"< * + * . +
*´¨) \"O destino de sua vida é você!
¸.*´ A vida da gente não pode ser o que os
*´¨) outros querem que ela seja.
¸.*´ Se ficarmos olhando para o que as outras
*´¨) pessoas pensam ou dizem, jamais faremos
¸.*´ algo que verdadeiramente satisfaça o nosso
¸.*´ coração.\"
*´¨)
¸.•´¸.•*´¨)(¸.•´ (¸.•`*Beijos linda semaninha...

Quico disse...

Olá, Aldora.
Gostei que viesses bater à minha janela e falares-me da terra do Ventor. É sinal que reparaste em alguma coisa. Por isso eu vim aqui espreitar à tua janela também. Agora deixa-me falar ao Charly. Olá, amigo Charly! Diz-me uma coisa: tu também és gato voador? O Ventor já me contou histórias de esquilos voadores em África, mas gatos voadores ele nunca me falou. Será que o ventor não me conta tudo? Quanto á tua dona do meio ser bióloga, deve ser uma maravilha! Olha que eu acho que os biólogos vão ter de trabalhar muito por este mundo! Quanto a lontras, na terra do Ventor não há desde que ele era pequenino. Toupeiras de água, guarda-rios, melros dágua, cabras-cegas, trutas, cobras-dágua ... e um nunca mais acabar de animais, haviam muitos, quando o ventor era pequeno e todos estes bichos fazem parte dos amigos do Ventor. Aqueles riachos, eram, diz o ventor, os riachos mais lindos do mundo. Hoje não se pode lá andar. As pessoas fugiram, emigraram, os animais acabaram ou quase, e os matos deram cabo de tudo. Bjs. para todos. A minha dona tem ali uns carapauzinhos à espera.

Ivan disse...

Sim, sou eu mesmo! Continuo respirando, he he he. São tantas coisas que me impedem de estar mais presente... De toda forma, só estou aqui para dizer que, atendendo a pedidos, tenho uma surpresa lá no Vertentes de Mim. Está FEITO O CONVITE para conferir e espero que goste da partilha. Em dois ou três dias, juro que volto aqui. Beijo no coração!

kaldinhas disse...

Falhei este post.Como?????? eheheheh
Parabéns amiga pelo destaque.Já sabes,tu és uma das pessoas que para mim está sempre em destaque.(Acho que já me ando a repetir eheheh)
Pois passaram 250 anos desse terror que se passou em Lisboa.Oxalá nunca mais se repita.
Não conhecia essas historietas.Achei graça a srª ter trazido o ferro de engomar,eu juro que era uma das coisas que eu nunca traria comigo.Estou a brincar com coisas sérias.Se levou isso como bem material,é porque não tinha muitos.Mania de eu falar de barriga cheia.
Beijinhos e olha,depois desconta as letras eheheheheh