sexta-feira, agosto 19, 2005

Bom fim de semana para todos



Cerveja Mágica ( Sinobeijo )

Uma mulher chega a uma dessas festas para gente com muito dinheiro, no último andar de um grande hotel, deu uma volta pelo salão e avista um homem bonito isolado de qualquer grupo tomando uma bebida.
Obviamente veio-lhe a cabeça que poderia ser um milionário que estava chateado, e que ela poderia lhe dar o que ele queria.
Aproximou-se dele e começou a falar:
- O que você está tomando bonitão ?
- Cerveja mágica, respondeu.
- Deixa de brincadeira, o que você está tomando ?
- Verdade, cerveja mágica, veja - O homem deu um trago, deu o copo para a mulher e saiu voando pelo salão, e depois de algumas voltas, volta ao lugar.
- Como fizestes ? Onde estão os cabos que te prendem ?
- Não há cabos e nenhum truque, e tomando novamente um gole sai voando por uma das janelas e entra pela outra.
- A mulher totalmente fascinada pelo que está vendo, pergunta se a cerveja mágica faria o mesmo efeito com ela.
- Claro, respondeu rapidamente o cavalheiro...
- Garçom, por favor, sirva um copo de cerveja mágica para a senhorita.
- A mulher rápidamente tomou um gole, saiu correndo, se atirou pela janela e se espatifou como cocô no chão.
- O cavalheiro esboçou um sorriso.
- O garçom então disse:
- Superman, quando você está bêbado, você é um FDP !

quarta-feira, agosto 17, 2005

Parabêns

Gostava de dedicar hoje a folha a Lúcia que vai ser vóvó. Parabéns para ela. ---------------------------------------------------------------------------------------------------
Poema do Menino Jesus


Num meio-dia de fim de Primavera
Tive um sonho como uma fotografia.
Vi Jesus Cristo descer à terra.
Veio pela encosta de um monte
Tornado outra vez menino,
A correr e a rolar-se pela erva
E a arrancar flores para as deitar fora
E a rir de modo a ouvir-se de longe.

Ele mora comigo na minha casa a meio do outeiro.
Ele é a Eterna Criança, o deus que faltava.
Ele é o humano que é natural.
Ele é o divino que sorri e que brinca.
E por isso é que eu sei com toda a certeza
Que ele é o Menino Jesus verdadeiro.


  • Dois excertos do poema de Fernando pessoa

  • já é tarde são 1 hora da manhã tenho estado a ver, se conseguia publicar um artigo noutro blog que fiz, mas está complicado. Tenho um grilo no quintal que me faz companhia é muito agradável ouvir o grilinho as minhas gatas estão tão ocupadas a tratar dos filhotes que não deram por ele, senão faziam-lhe a vida negra ao grilinho.
    Aproveito para colocar um relato da Filipa me enviou quando foi para E.U.A. que achei giro.
    Aqui estou em terras Americanas. A viagem de avião para cá, como não poderia deixar de ser não correu sem percalços. Depois de tantas horas em aviões cheguei finalmente ao aeroporto de Salt Lake City sem nenhuma bagagem a não ser a que trazia comigo e completamente zonza (quando me sentava sentia-me toda a bambolear, como se ainda tivesse dentro do avião, para lá e para cá, para lá e para cá). Ainda assim fiquei durante mais de 1 hora. As viagens de avião correram razoavelmente bem se não falar do facto de, logo no início da 2ª viagem a Senhora que estava ao meu lado ter despejado o café por cima de mim (fiquei com cheirinho a café por mais cerca de 10 horas, muito agradável), e de ter estado a viagem toda cheia de sono (acordei às 4h para apanhar voo e tomei um Zirtec por indicação médica para não ter as habituais horríveis dores de ouvidos. Resultou).
    As minhas passagens pelos aeroportos foram todas relâmpago, tanto no aeroporto de Munique e ainda mais no de Chicago. O aeroporto de Munique nem o vi. Saí do avião, e já tinha o avião para Chicago em boarding. Tinha 1 hora, que voou, mas lá cheguei ainda com tempo ao avião. Em Chicago ainda foi melhor, tinha 2h30 e fiz o que eu acho ser quase impossível, dei entrada nos EUA (tive de passar à frente de uma fila imensa de pessoas), fui buscar bagagem (aqui já só tinha 1 mala, faltava-me outra mais pequenita), deixar bagagem, apanhar comboio, passar outra vez pelos seguranças e qdo chegada ao terminal correr para nada mais nada menos do que a última porta do terminal (só podia, não podia ser a porta 3B, ou 1C, não, a minha porta era a 30C, a última). Chegada ao local, algo de estranho se passava, ninguém na porta nem nada anunciado de embarque ou o q fosse. Tinham acabado de fechar a porta e eu ia perder o avião. Mas não perdi, lá fiz o meu charme, choraminguei um pouco, falaram para dentro do avião e lá me deixaram entrar. Ufa, consegui, mas foi por pouco. Para falar a verdade o pouco que me lembro do aeroporto de Chicago é que parecia q estava num filme de Hollywood, mta correria, mtos gordos, mta gente e mtos policias.
    Finalmente chegada a Salt Lake City só tive de esperar mais 1 hora por uma das minhas malas, mais 2 horas pelo avião da Sílvia, e mais outra 1h30 de caminho para chegar a Logan e finalmente a casa. Foi o mais longo dia que vivi até agora, vi-o amanhecer em Lisboa e terminar no outro lado do mundo em Salt Lake City.

    terça-feira, agosto 16, 2005

    Receita vegetariana


    Eu não sou vegetariana mas gosto muito de comida vegetariana,
    e faço muitas vezes, hoje coloco aqui uma receita que tenho por hábito fazer, e que gosto muito. Alho Francês à Brás.
    4 alhos franceses
    1 cebola pequena sal azeite louro e salsa
    4 dentes de alho comum
    4 ou 5 batatas
    4 ovos
    Estufam-se os alhos franceses cortados em rodelas finas com sal azeite louro e os alhos picados até ficarem tenros. ao lado já se tem as batatas fritas em palha. batem-se os ovos inteiros e juntam-se ao estufado deixa-se secar um pouco e por fim juntam-se as batatas fritas. Espero que gostem. O tempo hoje é pouco, ontem foi feriado, hoje tenho muitas coisas para fazer, à manhã estou aqui com mais tempo.