quarta-feira, março 15, 2006


FÉRIAS COM UM FIAT 600D

As minhas primeiras férias depois de casada foram muito engraçadas, olhando para trás no tempo 30 anos.
O meu marido andava a tirar a carta de condução e, da primeira vez que foi a exame de condução chumbou, porque na altura em Portugal apareceram os corredores para transportes públicos, ele pisou um e chumbou, à segunda vez apanhou com o mesmo examinador, só de o ver de a entrar no carro pressentiu logo que ia chumbar e assim foi, mas à terceira foi de vez, o examinador era outro correu tudo bem e lá passou. Aqui começa a história, ele tirou a carta a uma sexta-feira e fizemo-nos à estrada para o Algarve de férias logo no dia a seguir, sábado.

Tínhamos um Fiat 600 D, carro que nos foi dado pela minha madrasta, já tinha andado muitos e muitos km. na mão dela, tinha corrido muitas cidades e aldeias em Portugal, especialmente em Trás-os-Montes, visitado Espanha, enfim, era um carro muito sabido e com todas e muitas manhas proporcionais ao seu pequeno tamanho e idade já avançada.
Pois nesse sábado logo de manhã entramos no nosso Fiat 600, que tinha o nome de IL, porque a matricula começava por IL e lá nos dirigimos rumo ao Algarve, fomos até Setúbal, onde atravessamos o Rio Sado de barco até Tróia, do outro lado tinha sido reconstruída uma estrada, que fomos estrear, raramente nos cruzávamos com outros carros pelo caminho era uma estrada só para nós, há velocidade de 50 km. hora e sempre muito direitinhos.
Mas pelo caminho o meu marido dizia, “o carro vai a fugir para a direita” e eu respondia-lhe, “isso é falta de prática, não pode ser outra coisa”, e lá íamos nós a ver que a estrada nunca mais acabava (um dia inteiro calculem, para fazer 300 km.), por fim chegamos a Portimão e o nosso destino era o Parque de Campismo do Ferragudo, este tinha sido inaugurado fazia pouco tempo, não havia quase ninguém, a acampar, não tinha Piscina, nem um série de coisas que tem hoje para quem o conheceu e conhece agora. Chegados ao parque e depois de montar a nossa canadiana, sentei-me num banquinho, porque não havia dinheiro para cadeiras, nem tão pouco cabiam no nosso maravilhoso carrinho, aí estava eu a olhar para ele de frente e, começo a ver que uma das rodas era mais pequena do que as outras, chamei o meu marido mas ele não estava a acreditar no que eu dizia, sempre fui brincalhona e ele pensava que era mentira, mas lá se resolveu a olhar, qual não foi o espanto dele quando viu que na verdade uma roda era mais pequena e lembrou-se que tinha mandado colocar pneus novos em uma oficina ao pé de nossa casa, que teria acontecido? Encolheram a roda!.
Bem, pegámos no carrito e fomos à oficina mais próxima onde nos informaram que a jante era de um carro também pequenino, um Honda Civic, lá trocaram a jante do Honda pelo pneu sobresselente do Fiat e lá fomos nós para o Parque para continuarmos as nossas queridas férias. Foi assim a nossa primeira e grande viagem de carro.
A partir daí nunca mais parámos, sempre com pouco dinheiro no bolso, mas com muito sentido de aventura. Ainda com esse carro, o meu marido depois de ver o nível da água (uma das manias do IL era beber muita água), esqueceu-se de colocar a tampa no radiador, a meio da estrada, quando vimos que o motor estava aquecer muito, saímos do carro e logo vimos o que estava acontecer, estávamos quase sem agua no radiador pois faltava-lhe a tampa, aí eu que não é para me gabar, sou muito desenrascada lembrei-me de improvisar, ele dizia, “não vai dar” e eu dizia “vai dar sim” apanhamos uma tampa de cerveja, pedi-lhe para a abrir toda com uma pedra até ficar uma chapa maior, ficou um circulo mesmo ao tamanho do buraco do radiador, fui buscar as linhas de croché que levava comigo e atei com tanta linha de algodão a tampa esticada ao bordo do radiador que ficou mesmo tapado e lá deu para chegar à oficina mais próxima. Nunca ficamos pelo caminho com aquele carrinho, tinha o motor a trás e era lindo, tenho muitas histórias dele, noutra altura conto mais aventuras nossa com este amigo. Tenho pena de não ter fotos dele, era verde-escuro, estas são de primos muito parecidos.

15 comentários:

Papoila disse...

Aldora tampa de cerveja e linhas de crochet, é mesmo de quem é sempre prática seja em que situação for: Está história fez-me lembrar o meu velho mini... Beijo

bitu disse...

Adorei viajar ctg no IL. Ri-me sozinha a recordar uma das minhas viagens de férias atá ao Algarve num Renault 4L, a subir aquela serra algarvia(rs) ...bons tempos... beijokas ternas

Filipe Freitas disse...

Uma viagem ao Algarve que nunca mais será esquecida com essas aventuras todas...
Até as linhas de crochet ajudaram o IL a continuar a andar !...
Beijinho.

Jucimara e Itay disse...

diga ai, uma carrinho, mesmo "veio" como o nosso é tudo de bom kkk. O nosso tb tem histórias pra contar. Vai ao brasil heim, aua!aua! Esse fes faz 1 ano que estive lá. Em marco fui de Cabo Verde para Sergipe, onde mora minha família e em abril Gerd pegou 1 mês de férias e fui me encontar com ele e ficamos 1 mês em Fortaleza, de lá voltamos para Àfrica. Agora só em outubro, beijocas

laine disse...

............•:::::•
¸,.•´¨´•.( -.- ).•´¨´•.,¸
¨´•--•-¨( ´)(´ )¨-•--•´¨
*********************
¸.•´ Que a estrada se abra à sua frente,
( ´•.¸ Que o vento sopre levemente em suas costas,
´•.¸ ) Que o sol brilhe morno e suave em sua face,
(.•´*´¨) Que a chuva caia de mansinho em seus campos,
¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨) E até que nos encontremos de novo...
(¸.•´ (¸.•´*( Que Deus lhe guarde nas palmas de suas mãos...
Tenha um lindo final de semana!
Estou estreando meu award e ofereço a vc!!!
Beijinhos com carinho ! (.•´
*´¨)
(`'•.¸(`'•.¸ ¸.•'´) ¸.•'´)¸.•'´)
«`'•. ♥ LAINE ♥ .•'´»(¸.•`♥
(¸.•'´(¸.•'´ `'•.¸)`' •.¸)

João Guilherme disse...

Sempre que puder, passarei pra deixar...
_________?????___________????1 beijo
_______?????????______????????1 abraço
_____????????????___???????????1 carinho
_____??????????????????????????1 obrigado
_____??????????????????????????1 bom FDS
______????????????????????????1 bom dia
_______??????????????????????1 boa tarde
_________???????????????????1 boa noite
____________??????????????1 boa sorte
_______________?????????1 parabéns
_________________??????Ou até mesmo
__________________???Apenas um OI!
___________________?Hoje estou passando para desejar a vc uma
OTIMA SEMANINHA com muita energia positiva...
E dizer que meu endereço mudou, não tinha mais espaço.
http;//joaoguilherme13.zip.net
E estou inaugurando meu award e oferecendo pra vc!!!!

anacla disse...

recordações são sempre boas, adorei visitar seu blog vc está de parabens ..bom fds e muitos beijos no coração

José S. disse...

Eh carago que esta agora até parecia uma das minhas, só que eu tinha um Honda 600, que era arrefecido a ar, e fui pela primeira vez para o Algarve em 1981, para a ilha de Tavira. Deixava-mos o carro do lado de cá e tínhamos de ir e vir de barco todos os dias às compras. Em 82 nasceu a minha filha e ficamos por casa mas em 83 acampámos em Melides, desde maio até setembro. Ia-mos de duas em duas semanas por Tróia e apanhava-mos com cada bicha no barco...
A partir de 84 fomos vários anos seguidos para Ferragudo, até que em 88 fomos até ao Gerês e deixamo-nos de praia, virámo-nos mais para a montanha. Mas passámos uns bons bocados com o "bolinhas" e chorámos quando ao fim de 9 anos nos desfizemos dele.
Nunca mais tive um carro tanto tempo e tão velho e as férias, eram sempre com os trocos bem contados, mas não havia ninguém que nos parasse. Mesmo depois de a minha filha nascer continuamos a ser os mesmos "vadios" e só desde 2003, ano em que fomos a Paris, é que paramos. Primeiro porque comprámos a casa e depois veio a doença mas este ano, se tudo correr dentro dos "conformes", tenho que ir, nem que seja aos Picos da Europa, no Norte de Espanha, que é mais perto mas o que eu queria era ir ao Sul de França mais uma vez.
E com isto já são 5:31 e eu acordado. Beijinhos e bom fim de semana.

taliesin disse...

q viagem minha amiga, muito legla essas aventuras de ferias.
quero te desejar uma grande sexta e um maravilhoso final de semana pra vc
beijos

kelly Cris disse...

Adorei a história, muito legal. e passei para ver como está e desejar um ótimo dia e que o fim de semana seja de realizações e muita alegria. Beijão.

Alba disse...

Boa tarrrrdeeeeeee...
Será que este Fiat é mais cafona que um fuscão pretooooooooo? rsrsrs
Sumiu pq? Brigou comigo foi? rsrsrs
Vá no meu blog... delícias postadas... rsrsrs
Não vá babar no teclado hem? rsrsrs
Beijão
Alba

marli disse...

oie!!!!
boa noite,
tudo bem???

passando para deixar o meu cainho e uma linda mensagem de ballet.

A Dança
Os espíritos alegres dançam...
No compasso da contente canção
Sem mais sinfonia de saudade
Chegue perto, dê-me sua mão

Um sorriso maroto
No rosto de um garoto
Produz imensa alegria no coração

Um ballet de sentimentos
Fazendo da arte e da canção
Suspiros poéticos...
Que jamais serão em vão...

um beijo
e um ótimo final de semana.
Marli

kaldinhas disse...

Ai Aldora,esta viagem está demais.Tb tenho aventuras parecidas.Uma delas foi q fomos a Fátima com os meus sogros,estavamos casados há pouquissimo tempo e eles gostavam de ir lá.Lá fomos, num Madza velhinho.Choveu td a viagem,Uma escova do limpa para brisas saltou.A do lado do condutor.Ai ai,fazer o quê?? Domingo td fechado.Lá vai o meu marido bater à porta de uma casa e pedir uma batata para esfregar o pára brisas e assim a fecula n deixava acumular a água no vidro.Ai ai q saudades eheheheh.
Beijossssssss e mto obg pela tua disponibilidade p eu usar qq um dos teus blogs.Obg querida,mas o problema era no meu PC."Desmontei-o" e lá encontrei o bicho malvado q se tinha alojado

oteudoceolhar disse...

XIIIIIIIIIIIIIIIIIIII a minha mãe teve uma cafeteira destas :P ainda me lembro dela

Anónimo disse...

Por que nao:)