terça-feira, abril 24, 2007


Para ouvir estas musicas fecha a outra do lado esquerdo do ecrã.Já tem uns anos este video


Abril aqui estou, de mãos dadas com todos que os que recordam o 25 de Abril, eu tinha 20 anos e uma esperança enorme antes deste dia de uma mudança radical na nossa sociedade, não sei se pela idade se porque andava no ar uma mudança, essa eu tinha certeza que havia de haver.
E assim foi no dia 25 de Abril ás 5 da manhã o meu marido telefonou-me para dizer-me que não fosse trabalhar estava em curso um golpe de estado.
Meu pai não achou bem ligarem-me aquela hora depois de explicar a razão perdoou-me e foi ligar o rádio pequenino a pilhas para enquanto fazia a barba ouvir o que se estava a passar.

Chovia fininho na altura a minha vontade de ir para a rua era enorme,
o meu namorado e marido hoje, foi lá buscar-me
mas o meu pai nesse dia não me deu autorização de ir para a rua só saí mesmo no dia 26 de Abril tenho pena de não poder estado na rua no dia 25.
Mas alegria no meu coração ficou para sempre e nunca deixarei que ela morra para isso vou regar essa alegria sempre para que um dia os netos e futuras gerações saibam o que foi antes e depois de Abril.
A todos os anónimos que lutaram por uma liberdade por um sociedade
melhor um grande carinho, quer eles estejam onde estiverem podem ficar descansados sempre que valeu a pena terem lutado.


Hoje ouvia José Jorge Letria na televisão que dizia mais ou menos isto
É difícil explicar o que é a fome a quem nunca teve fome, assim como é difícil explicar o que é a falta de liberdade em quem nunca viveu essa situação.
Falou também num livro que fez sobre o Zeca Afonso Neste livro, "O Andarilho da Voz de Ouro"
é uma história poética sobre um grande músico-poeta, que pode ser lida por crianças e adultos, se possível com as suas canções em fundo. [...]

Postais do 1 Ano do 25 de Abril colecção dada por meu pai..