segunda-feira, outubro 08, 2007

Olá a todos e a todas chegou o Outono


Nunca estive tanto tempo assim longe dos meus garinhosvoadores
Fui de férias cá dentro, o tempo ajudou que acabassem mais cedo do que tinha previsto, com as férias arranjei uma valente gripe daquelas que dão forte de tantos em tantos anos
E as forças ainda não são totais. Hoje abri o blog e ela não tinha textos nenhuns estive quase para chorar, a ver o meu belo blog sem nada, de nadica, mas ao fim de algum tempo lá apareceu.
Muito teria para contar das férias mas calar por vezes é bem melhor.



A Arte de Calar

O silêncio é um momento em que a criatura se cala, mas o espírito fala.

Calar sobre sua própria pessoa, é humildade.
Calar sobre os defeitos dos outros, é caridade.
Calar quando a gente está sofrendo, é heroísmo.
Calar diante do sofrimento alheio, é covardia.
Calar diante da injustiça, é fraqueza.
Calar quando o outro está falando, é delicadeza.
Calar quando o outro espera uma palavra, é omissão.
Calar e não falar palavras inúteis, é penitência.
Calar quando não há necessidade de falar, é prudência.
Calar quando deus nos fala no coração, é silêncio.
Calar, diante do mistério que não entendemos, é sabedoria.
(Desconheço Autor)